Bem-Estar

Verão x cabelo: veja como proteger e reverter os danos da água e do sol

Engana-se quem acredita que os processos químicos, como as escovas progressivas e a mudança da coloração, são os únicos capazes de causar danos aos cabelos. Fatores como o sol, a água do mar e da piscina também podem causar grandes danos aos fios, principalmente agora com a chegada das estações mais quentes. Por isso, nessa época, é fundamental redobrar os cuidados com os cabelos para evitar problemas como queda, quebra e ressecamento dos fios. Para ajudar você a se prevenir contra os danos causados no cabelo durante o verão, Jane Alves, hair dresser do Lefil Beauty, maior salão de beleza de São Paulo, explicou todas as dúvidas sobre o assunto. Confira:

– Prender os cabelos em excesso faz mal? “Sim. Apesar de ser uma ótima maneira de diminuir o calor, especialmente para quem tem muito cabelo, prender os fios em excesso é prejudicial, principalmente quando os fios estão molhados. Isso por que, a curto prazo, os prendedores podem quebrar os fios e enfraquecer o cabelo. Já a longo prazo, a tração constante pode provocar queda capilar. Então o melhor é evitar, principalmente os prendedores de silicone, os de borracha ou grampos. Mas se o calor for muito, uma alternativa é usar os ‘hashis’ de madeira ou plástico para segurar as madeixas”, diz a profissional. Os cortes mais curtos podem ajudar a evitar isso.

– Quais os danos ao cabelo se eu me expuser ao sol? Segundo a hairdresser do Lefil Beauty, o sol danifica os cabelos, pois, a luz solar degrada as proteínas do cabelo e pode até causar desde descoloração até a redução da força dos fios e perda de brilho. “Para proteger os fios, o ideal é utilizar um leave-in que conte com filtro solar de, no mínimo, FPS 50 que deve ser reaplicado sobre os cabelos a cada duas horas”, recomenda.

– O que devo fazer após sair do mar ou da piscina para evitar danos aos fios? Jane recomenda uma ducha com aplicação de brumas em spray ou água termal sempre que voltar do mar ou piscina, além da reaplicação do leave-in com filtro solar. “Isso por que todas as vezes que o cabelo é exposto ao mar, à areia ou ao cloro da piscina ocorre um dano à estrutura da cutícula. Com isso, o cabelo pode mudar de coloração e ficar mais fino”, alerta a especialista do Lefil Beauty. A mudança de coloração é, inclusive, muito comum em pessoas que passaram por um processo químico e entraram em contato com o cloro da piscina.

– Com que frequência devo lavar os cabelos durante o verão? Ao contrário do que muitos pensam, lavar os cabelos todos os dias não é errado, principalmente no verão, quando utilizamos do banho para aliviar o calor. Segundo a profissional do Lefil Beauty, não existe um número correto de vezes para se lavar o cabelo. Tudo vai depender da necessidade de cada um. “Cabelos secos, por exemplo, precisam ser menos lavados e altamente hidratados, enquanto cabelos oleosos precisam ser limpos mais frequentemente para retirar o excesso de oleosidade e impurezas”, destaca. Além disso, independentemente da quantidade de vezes que você for lavar seu cabelo, é importante não usar a água muito quente, pois, a longo prazo, este hábito pode deixar os fios frágeis e secos. O ideal é usar água morna e realizar um último enxágue com água fria, para fechar as cutículas do fio.

– É comum o cabelo tornar-se mais oleoso durante o verão? “Sim, o calor estimula a produção de sebo nesta área. E, como o couro cabeludo já tende a ser mais oleoso, é importante que você tome cuidado na hora de aplicar o condicionador nos fios, pois o produto pode tornar a área ainda mais oleosa, obstruindo a raiz dos fios e causando uma série de danos, como queda e caspa. Por isso, o ideal é aplicar o condicionador somente no comprimento e nas pontas, evitando o couro cabeludo”, afirma Jane Alves

– Meu cabelo fica sem brilho e ressecado durante o verão. O que posso fazer para reverter este problema? É essencial fazer uso de uma máscara de hidratação capilar a cada quinze dias. “A máscara é capaz de repor os nutrientes necessários ao cabelo de forma mais intensa que o condicionador, conferindo força, maciez e brilho aos fios. No verão, o ideal é alternar entre uma máscara reconstrutora e uma máscara nutritiva. Enquanto a primeira vai ajudar a deixar os fios mais firmes e fortes, a segunda vai tornar os cabelos mais brilhosos e macios”, recomenda a hairdresser do Lefil Beauty.

– Há algum problema em dormir com os fios molhados durante o verão? Cabelos molhados ajudam a refrescar durante o calor, mas dormir com eles ainda úmidos é um hábito que compromete a saúde capilar, pois os fios molhados ficam frágeis e acabam quebrando em contato com o travesseiro. Além disso, dormir com cabelo molhado favorece o aparecimento da caspa e acelera a queda capilar.

– Que outros cuidados devo tomar durante o verão para evitar danos? “Principalmente durante o verão, é de extrema importância que você não deixe resíduos de produtos nos cabelos, pois, além de tornarem os fios opacos e sem movimentos e causarem alergias no couro cabelo, eles podem causar queimaduras em seus cabelos, já que alguns produtos têm seu efeito potencializado com a ação do calor da chapinha, do secador e do sol.”

Porém, se o seu cabelo já está danificado devido a ação dos raios solares, o mais importante é que você consulte um profissional especializado para reverter estes danos. “O melhor tratamento para recuperar um cabelo danificado é o cronograma capilar, já que ele reconstrói, nutre, estabiliza o pH e devolve a queratina e a umidade natural do fio, além de fechar a cutícula para evitar que os cabelos percam mais nutrientes”, destaca Jane Alves, hair dresser do Lefil Beauty. “Mas, em casos extremos, onde o fio já está gravemente danificado, a única alternativa é o corte. E já que muitas mulheres abominam esta ideia, o melhor a fazer é ser cautelosa e seguir as recomendações de seu cabeleireiro.”

Gostou Compartilhe