Bem-Estar

Quatro hábitos para um ano mais saudável na terceira idade

Com a chegada de 2019, novos planos e sonhos, envolvendo vida social, profissional e econômica, também aparecem – e a terceira idade não foge à regra. Algumas metas podem entrar na rotina de um idoso, como aprender um novo idioma, viajar, fazer cursos, mas, para que elas sejam alcançadas, os compromissos com a saúde precisam estar em dia.

Pensando nisso, a dra. Joyce Duarte Caseiro, sócia do grupo Terça da Serra, especializado em oferecer cuidados e hospedagens a idosos, listou quatro ações que o idoso pode adotar ao longo do ano para alcançar seus objetivos:

1) Exercícios físicos: a prática de exercícios torna-se um importante aliado para a saúde física e mental. Se o idoso não tem o hábito, o ideal é que inicie com uma leve caminhada de 30 a 60 minutos em trajetos curtos e, depois, aumente o ritmo. “Há várias atividades que podem servir de estímulo para que o idoso comece a prática do exercício físico, como a própria caminhada, natação, alongamentos, hidroginástica, yoga, pilates etc. Mas é importante que ele faça alongamento antes da atividade e procure recomendações médicas”.

2) Convívio social: participar de grupos de estudos, aulas livres e passear são exemplos de elementos que ajudam a manter a saúde mental. “Nós estimulamos que os idosos participem das atividades na Terça da Serra para a integração e alegria deles. Fazemos várias atividades com a participação da família do idoso para que ele esteja inserido socialmente, como apresentações de dança. A saúde mental é tão importante quanto a física”, explica a dra. Joyce.

3) Descanso: um período para descanso é importantíssimo. Ter uma rotina mais calma e evitar aborrecimentos também é fundamental. A dica é não pensar em assuntos pesados antes de dormir e não se preocupar com assuntos irrelevantes, que podem aumentar os riscos de inúmeras doenças. O idoso pode usar o período de descanso para jogar caça-palavras ou fazer alguma leitura.

4) Alimentação: fator determinante para ter um 2019 com novos hábitos saudáveis. A dieta não precisa ser proibitiva, mas é preciso ter grãos, vegetais e alimentos ricos em ômega 3 para manter o idoso ativo. “Temos o controle de toda a alimentação dos idosos que fica a cargo da nossa nutricionista. Sabemos exatamente o que os hóspedes podem comer e a quantidade correta. A alimentação saudável ajuda o idoso a ficar mais disposto para praticar as atividades que oferecemos”, detalha a médica.

Gostou Compartilhe