Bem-Estar

Principais tratamentos de estética no inverno

O inverno é a estação mais fria do ano e, com a diminuição da exposição solar, é tempo de cuidar da pele. No ranking dos procedimentos mais procurados estão: depilação a laser, peelings químicos e laser CO2. A dermatologista Dra. Cintia Guedes Mendonça, da Clínica Vitalli, explica um pouco sobre esses procedimentos.

A depilação a laser é indicada para a remoção de pelos do corpo e rosto. Na face, por exemplo, as pessoas procuram o procedimento para retirar os indesejáveis pelos do queixo, do buço e da barba.  No corpo, pode ser feito na virilha, pernas e axilas. Esse tratamento é procurado com a intenção de chegar ao verão com a pele sem pelos, pronta para aproveitar ao máximo a estação mais quente do ano. Como a exposição ao sol é menor, a chance de manchar a pele é mínima.

O peeling químico também está no ranking dos mais utilizados. É um tratamento para remover as manchas e as camadas danificadas da pele do rosto, das mãos e do pescoço. Entre os ácidos aplicados estão o retinóico e o glicólico. O retinóico é indicado para reduzir as manchas, rugas e as linhas de expressão, assim como o glicólico.

Outro procedimento que entrou para o gosto das brasileiras é o laser CO2, que, além de ajudar na diminuição das rugas, também auxilia no tratamento de estrias, flacidez e cicatrizes. A aplicação do laser promove uma renovação na pele. E, como estamos menos expostos ao sol, a recuperação é melhor nessa época do ano.

Vale lembrar que todos esses tratamentos devem ser feitos por dermatologistas. Antes de serem realizados, é importante verificar as condições clínicas do paciente. Outra dica valiosa é manter o uso do protetor solar mesmo no inverno e, principalmente, após a realização desses procedimentos.

Sobre a Dra. Cintia Guedes Mendonça:
Dra. Cintia Guedes Mendonça é graduada pela Faculdade de Medicina de Santo Amaro com pós-graduação em Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais e em Medicina Estética pelo Instituto Brasileiro de Ensino. É especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Fonte: Rojas Comunicação

Gostou Compartilhe