Bem-Estar

O “treinamento” mental que emagrece

Publicidade

Quem, depois de um acesso de raiva, nunca comeu uma barra de chocolate de uma só vez? Ou estava se sentindo triste e sozinha e exagerou no lanche fora de hora? Fazer isso esporadicamente não compromete a silhueta. No entanto, se você viver compensando as emoções negativas na mesa, terá problemas com a balança. É aí que entra o coaching de emagrecimento.

Esse “treinamento” mental, que utiliza várias técnicas e estratégias mentais, irá ensinar a diferenciar a fome dos vazios e problemas emocionais do dia a dia.

O número de adeptos a essa nova forma de emagrecer vem crescendo e, otimizando os resultados, o condicionamento mental (coach de emagrecimento) tem sido o responsável pelo sucesso no processo de emagrecimento de várias pessoas que passaram por anos buscando por nutricionistas, endocrinologistas, academias e não conseguiam aderir a essas estratégias externas que visam à mudança de comportamento, para uma vida mais saudável.

Muito se fala em força e foco para emagrecer, porém, é necessário ter uma mente condicionada e forte para que isso aconteça verdadeiramente. É aí que entra o coach de emagrecimento, o profissional que auxiliará a tratar a raiz do problema do emagrecimento, através de técnicas com PNL (Programação Neurolinguística), baseado na neurociência, coma criação de novas conexões neurais, fazendo com que você tenha o controle e domínio sobre a comida.

Um coach de emagrecimento pode te ajudar a:

1. Descobrir que você tem outros prazeres na vida além de comer;

2. Dominar o impulso de comer e demonstrar que a compulsão provoca um prazer imediato, que não compensa a satisfação a longo prazo de ficar magra;

3. Aumentar a adesão à dieta e exercícios físicos, já que 66% das pessoas desistem no meio do caminho;

4. Reestabelecer a autoestima, que geralmente fica abalada quando estamos fora do peso. Algumas vezes é necessário aprender a ser magro, quando você acostumou a ser gorda;

5. Condicionar a mente, para que você consiga ter melhores decisões na hora de comer, fugindo da fome emocional, uma das grandes vilãs do emagrecimento.

Assim como outras drogas, a comida gera vícios e não existe fórmula mágica para se livrar dessa dependência. O emagrecimento será verdadeiro e com maior chance de ser definitivo se tratado a raiz do problema, se você aprender a dominar a sua mente para que o foco se mantenha presente, juntamente a regularidade.

Se você já utilizou de várias estratégias e formas de emagrecimento e não obteve sucesso, talvez seja esse treinamento que lhe falta. Procure por profissionais devidamente qualificados para lhe orientar e auxiliar a por um fim de vez na luta contra a balança.

Gostou Compartilhe
Publicidade