Bem-Estar

Guia completo de cuidados com a área dos olhos

A área dos olhos é a região mais fina do rosto e a cada dez anos tende a ficar 6% mais frágil. Logo, é a área que mais sofre com as agressões externas e a que primeiro indica os sinais de envelhecimento da pele. “Uma série de características fisiológicas fazem com que a área dos olhos seja mais suscetível aos sinais do envelhecimento. Por exemplo, essa região é bastante sensível e delicada, com característica e estrutura epidérmica diferenciada. A área também conta com a fragilidade das fibras de colágeno, responsáveis pela sustentação dessa pele”, explica o Dr. Jardis Volpe, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Além disso, é uma região pobre em glândulas sebáceas e sudoríparas, ou seja, tem sua lubrificação natural de sebo e suor reduzida em até 60%, em comparação com outras partes do rosto.”

Todos estes fatores contribuem para que os sinais de envelhecimento apareçam precocemente na região. Para se ter uma ideia, aos 30 anos algumas mulheres já se queixam de rugas finas e alteração na textura da pele dos olhos. Além disso, alterações como rugas, olheiras, pés-de-galinha, ressecamento, flacidez e bolsas também são comuns nessa área. “Essas alterações são causadas muitas vezes por mudança no estilo de vida, estresse, álcool, cigarro e noites mal dormidas, mas a genética é um fator preponderante”, comenta o dermatologista. “A exposição solar direta também é uma grande inimiga da região ao redor dos olhos e o fator número um de envelhecimento da pele.” Por isso, um dos principais cuidados para prevenir estes problemas é a fotoproteção, que deve ser realizada através do uso de óculos escuros com lentes de proteção UV e filtro solar com FPS de, no mínimo, 30, que deve ser reaplicado a cada duas horas.

Além disso, para prevenir estas alterações, é fundamental realizar a higienização adequada da região e fazer uso de cosméticos específicos para área dos olhos, que devem conter ativos voltados para o tratamento da região. “Estes ativos devem estimular os fibroblastos, responsáveis pela síntese de novas fibras de colágeno e elastina, tonificar os vasos e prover ação drenante e despigmentante”, recomenda o Dr. Jardis Volpe. “Durante o dia, o ideal é usar vitaminas, antioxidantes e ativos hidratantes, como o ácido hialurônico Hyaxel para que essa área seja hidratada e protegida da agressão externa. Já no período noturno, os cremes podem conter retinóides e alfahidroxiácidos em concentrações baixas.” Confira abaixo algumas opções de produtos específicos para a área dos olhos:

– USK Dual Eyes, da Under Skin: O U.SK Dual Eyes é o primeiro duo-bálsamo (diurno e noturno) com ação global para a área dos olhos, rejuvenescendo e tratando rugas, flacidez, bolsas e todos os tipos de olheiras. O produto traz duas fórmulas para atuar no rejuvenescimento da área dos olhos, priorizando o que é essencial no tratamento combinado dia (luminosidade, hidratação, recuperação de barreira epitelial e estruturação cutânea) e noite (maximização do clareamento, elasticidade epitelial e estímulo celular). A formulação diurna traz uma associação sinérgica (Extrato de Fraxinus Excelsior, Niacinamida e Silício Orgânico) que age na microcirculação sanguínea para diminuir as olheiras escuras e bolsas, além de ação clareadora e de melhora da hidratação, elasticidade e espessura da pele; o produto de uso diurno ainda melhora a flacidez e tem ação antioxidante. Já o bálsamo noturno traz a tríplice combinação (retinol, Vitamina C e ácidos renovadores naturais) para ampla eficácia na área dos olhos, combinando ativos poderosos para ação antioxidante e despigmentante, com melhora do turn over (renovação celular) e redução da inflamação. O retinol presente na formulação noturna está na concentração ideal para não irritar a área e tem liberação controlada, garantindo ação por 48 horas para estímulo da renovação celular, com melhora das rugas e redução da hiperpigmentação. 

– Radiance, da Buona Vita: Tratamento global para as áreas dos olhos, o produto ajuda na redução de rugas, linhas de expressão, diminui a aparência de bolsas, além disso, clareia olheiras melânicas e vasculares. Um dos grandes diferenciais do Radiance é o fato de promover inibição de depósito de pigmento sanguíneo (hemossiderina) abaixo da pele, ocasionado por uma complicação vascular. O Radiance contém os seguintes ativos: Ácido Kójico Vetorizado (inibe tirosinase e reduz olheira melânica), Cafeisilane C (lipolítico anti-bolsas), Haloxyl (inibe depósito de pigmento sanguíneo), Raffermine (antirrugas e firmador), Pentacare (tensor) e Sambuscus (drenante, melhora o fluxo sanguíneo e reduz olheira vascular). 

– Prev-Aging Eyes, da Pharmapele: Com uma alta concentração de ativos e embalagem exclusiva em formato de seringa, que garante facilidade na aplicação e conservação prolongada do produto, Prev-Aging Eyes é um booster anti-idade para prevenção e tratamento completo da área dos olhos, sendo assim ideal para reduzir rugas e linhas de expressão da região, combater olheiras e bolsas e promover hidratação prolongada, além de conferir ação antipoluição, anti-inchaço e efeito lifting à pele. Parte da linha Prev-Aging da Pharmapele, que já conta com as versões Day (diurna), Night (noturna) e Mask (maquiagem), o produto contém poderosos ativos em sua composição, como a Vitamina C nano (antioxidante e clareador), o Glyco-Repair (acelera a reparação da pele danificada e ajuda na reconstrução da derme), o Granactive Retinoid (promove renovação celular, o aumento da síntese de colágeno e o preenchimento de rugas e linhas de expressão) e o Liftonin-XPress (suaviza o microrrelevo da pele, reduz rugas, ajuda na síntese de colágeno e confere efeito tensor imediato e prolongado na pele). O produto também conta com o Complexo 3D de AH em sua composição, que une ácido hialurônico de alto, baixo e baixíssimo peso molecular para melhorar a textura, elasticidade e hidratação da pele, conferir ação calmante, reduzir rugas e poros e ainda estimular a produção natural de ácido hialurônico pelo organismo.

Porém, para quem já sofre com rugas, bolsas e flacidez na área dos olhos, que conferem um ar de cansaço e tristeza ao rosto, existem procedimentos específicos para reverter estas alterações. “Nestes casos, é importante tratar cada estrutura de forma adequada. A toxina botulínica, por exemplo, paralisa a musculatura e alivia a contração muscular melhorando o aspecto dos pés de galinha, além de elevar a cauda da sobrancelha”, explica a cirurgiã plástica Dra Beatriz Lassance, Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery). “Já quando o envelhecimento da pele é mais acentuado, são necessárias medidas para estimular o colágeno como cremes, peelings e lasers. Uma opção é o ácido hialurônico injetável, que hidrata a pele profundamente, estimulando a produção de colágeno.” Mas, em situações de flacidez grave, principalmente na área da pálpebra, tratamentos clínicos não são suficientes e podem ser necessários procedimentos cirúrgicos. Para esses casos, a médica recomenda as seguintes técnicas:

– Blefaroplastia: A técnica pode ser usada para: retirar o excesso de pele da pálpebra superior, que cai sobre os olhos deixando-os menores, prejudicando resultado da maquiagem e até a visão. Às vezes há aumento de gordura nas bolsas palpebrais que pode ser removido. As pálpebras inferiores também podem ser tratadas com retirada de excesso de pele e gordura. Técnicas mais modernas reposicionam a gordura ao invés de retirá-la e evita o olho fundo e arredondado. O corte é feito na dobra natural da pálpebra superior e na margem dos cílios da inferior. Nos casos onde não há sobra de pele inferior, pode–se optar por retirar as bolsas inferiores por dentro das pálpebras (sem cicatriz externa) e melhorar a contração da pele usando laser.

– Lifting de sobrancelhas:  Muitas vezes a sobra de pele das pálpebras superiores é resultado da queda da sobrancelha, o que dá um aspecto cansado e triste. A simples retirada da pele pode piorar este aspecto. A suspensão é feita a partir de microcortes no couro cabeludo, que permitem descolar a pele e reposicionar o supercilio. Essa suspensão automaticamente reduz a quantidade de pele acumulada na pálpebra superior, diminuindo a porção de tecido que precisa ser removido na blefaroplastia, e o resultado muito mais natural.

– Microenxerto de gordura: Feito no sulco que se forma na pálpebra inferior devido à queda da pele e à redução da gordura facial, tem como objetivo devolver o volume característico da juventude e evitar que os olhos pareçam encovados, cansados e com olheiras. A gordura utilizada para o enxerto é retirada com uma pequena lipoaspiração. O procedimento é feito complementando a cirurgia, já que deve ser realizado em centro cirúrgico. Como a gordura possui células tronco e fatores de crescimento há uma melhora da qualidade da pele, o efeito de preenchimento é variável, podendo ser permanente.

Mas, independentemente de qual for o seu caso, o mais importante é que você consulte um dermatologista ou cirurgião plástico antes de realizar qualquer tipo de procedimento. Apenas ele poderá avaliar sua pele e realizar um diagnóstico correta, indicando que tratamento é o mais adequado para a sua situação.

Gostou Compartilhe