Bem-Estar

Bruna Marquezine revela luta contra depressão e exalta amor próprio

Quem é que nunca se olhou no espelho e não gostou do que viu? Quem é que nunca se sentiu mal com seus próprio corpo? Pois com Bruna Marquezine, não foi diferente. Cansada de receber comentários negativos em suas fotos, a atriz de 23 anos postou uma série de stories em seu Instagram na manhã desta quarta-feira, desabafando sobre o assunto.

A artista mostrou diversos comentários em suas redes sociais falando sobre seu corpo e de como ela está exageradamente magra, como por exemplo esse seguidor: “A menina tá só a caveira e o grilo cantando dentro. O mundo é das gostosonas, queiram ou não. Já, já Neymala dá um chute nela”.

Irritada, Bruna fez um longo desabafo, no qual revelou ter lutado contra depressão há algum tempo.  “Eu estou muito saudável, graças a Deus! Eu tô muito bem, isso deveria ser a única coisa importante”, iniciou.

Ela contou que optou por emagrecer por causa de sua personagem na novela Salve Jorge. Segundo a atriz, quando ela engorda, fica com cara de mais nova, “criancinha”, e por ser uma vilã, achou melhor estar mais magra, mas tudo com seu devido aproveitamento.

Visivelmente incomodada, Bruna ressaltou a importância de amor próprio: “Também acho muito importante que a gente se sinta bem com o nosso corpo, e eu estou. Olha que coisa maravilhosa. Amo meu corpo e estou feliz com ele, do jeito que ele é. Não quero emagrecer. Não estou fazendo nenhuma dieta para emagrecer”, pontuou.

Isso porque, ela própria já sofreu muito com a opinião do público sobre seu corpo e quase desenvolveu um distúrbio alimentar. “Eu acreditei na opinião alheia e comecei a detestar meu corpo. Achava que tinha que emagrecer de qualquer jeito. Eu tomei Lactopurga (laxante) todos os dias durante mais de três meses”, contou.

“Junto com tudo isso eu tive depressão. Não só por isso, mas principalmente por esse motivo. Por muitas questões de autoestima, por não me aceitar, não me achar bonita o suficiente. Consequentemente, não me achava boa o suficiente para nada. Tive inúmeros problemas de saúde porque não me alimentava direito”, completou.

Bruna ainda disparou contra o machismo e homens que fazem comentários como: “engorda mais que fica mais bonito”, ou “emagrece mais”, etc. “Ser sincero é diferente de ser sem noção e sem educação.Se uma pessoa pergunta sua opinião, você dá. Se ela não te pergunta, você fica calado. E aí os chatos de plantão vão dizer: ‘mas você é uma pessoa pública, você postou uma foto no Instagram e as pessoas podem dar opinião’. Não, não podem”, frisou.

Por fim, a atriz ressaltou que fazer uso de laxante não é algo a ser seguido, muito pelo contrário: “Que fique claro: quando eu tomei laxante, eu não emagreci. Eu fazia isso como um ato de desespero. Eu não emagreci, me fez muito mal. Eu tenho sequelas até hoje de todo mal que eu fiz ao meu organismo. Não é uma ideia, é uma denúncia”, concluiu.

Gostou Compartilhe