Bem-Estar

Brasil Trading Fitness Fair discute saúde, nutrição e educação física

Mais que uma feira, a Brasil Trading Fitness Fair é um evento que reúne novidades do setor de suplementação e moda fitness, competições, atletas de alto nível além informações e prestação de serviço sobre os temas de saúde e esporte em São Paulo, de 19 a 21 de outubro.

Nos dias 19 e 20 de outubro (sexta e sábado), será realizado a BTFF Conference, um congresso técnico científico que reúne renomados profissionais renomados da medicina, nutrição e educação física do Brasil, sob a coordenação do Dr. Paulo Muzy.

Os números da feira são impressionantes: em sua primeira edição, ano passado, mais de 25 mil pessoas visitaram a feira, que contou com 4 mil atletas e um volume de negócios realizados de milhões de reais. Este ano, a expectativa de público é muito maior, de pelo menos 35 mil pessoas.

Para representar a feira, os organizadores apostam em embaixadores nacionais e internacionais, nomes conhecidos do público como influenciadores do fitness, do bodybuilding e da vida saudável. A atleta e fisiculturista Renata Spallicci, uma das embaixadoras do BTFF e Diva Fitness WBFF, fala sobre como foi o evento deste ano: “A Feira estava enorme. Lindos stands, evento lotado. Havia uma diversidade incrível de stands, além de suplementação, mas também de moda e alimentação saudável”.

Neste domingo, pela primeira vez, o renomado campeonato de fisiculturismo Mr. Olympia foi realizado no Brasil, tornando o evento histórico. Atletas nacionais e internacionais competirão nesse domingo no palco principal da BTFF: “É o campeonato mais emblemático do fisiculturismo mundial, pela primeira vez no Brasil. Isso coloca o Brasil mais ainda no mapa dos grandes eventos mundiais, é positivo para nós em diversos sentidos, não apenas o desportivo, mas turismo e economia”.

“A BTFF 2018 contou com um time super bacana de embaixadores, que trabalhou para divulgar a feira e o Mr. Olympia do qual eu faço parte. Tudo está sendo incrível. Um orgulho fazer parte de tudo isso”, conclui Renata Spallicci.

Gostou Compartilhe