Alimentação

O que são as calorias?

Publicidade

13Queimar, comer, perder calorias. Muito se fala sobre elas, mas quanto, de verdade, compreendemos sobre o assunto?

Caloria, ou melhor, quilocaloria (kcal, abreviadamente) é uma unidade de medida de energia que serve, por exemplo, para determinar a quantidade de energia que um alimento tem e oferece quando ingerido. Estampado nas embalagens dos alimentos, uma quilocaloria representa mil calorias.

A caloria também é usada para determinar, por exemplo, quanta energia se gasta na realização de determinada atividade ou mesmo para o corpo manter as funções básicas em funcionamento.

É comum ouvir que a pessoa “comeu um número determinado de calorias”. A frase é equivocada, já que, por se tratar de unidade de medida, o que se ingere é o alimento, que contém certa quantidade de calorias.

Em geral, uma pessoa jovem, com estatura média (1,70m) e com peso equilibrado (70kg) gasta no dia a dia, sem fazer atividades físicas, por volta de 2.000 kcal somente para manter as funções básicas do corpo e as atividades de uma vida sedentária, como é a de grande parte da população. Para, então, manter o equilíbrio energético entre consumo e gasto, essa pessoa precisa ingerir alimentos que tenham uma soma total de energia de 2.000 kcal por dia.

Porém, ao ingerir mais do que a necessidade diária, o excesso de energia é armazenado no corpo humano na forma de gordura. Por isso, quem tem algum excesso de gordura, só pode ser explicado pelo fato de ter ingerido mais energia do que precisava. Simples assim.

Tão simples quanto a explicação é o que fazer para perder tal reserva: basta inverter a conta, ou seja, quem gasta 2.000 kcal por dia deve comer menos do que 2.000 kcal diários e continuar gastando o total dessa caloria ou ampliar o gasto de quantidade de energia.

Como, então, fazer isso? Não há fórmulas milagrosas. Ingira menos alimento para reduzir o consumo de calorias ou exercite-se mais para ampliar o gasto calórico.

Se levarmos em consideração que uma pessoa grande, alta, gasta mais energia do que uma pequena, miúda, já que tem mais peso para movimentar e mais corpo para fornecer energia durante todo o dia, e se também considerarmos que não há procedimentos que nos torne mais altos, o caminho é fazer os músculos ficarem maiores. Afinal, um músculo maior consome mais energia que um músculo menor para sobreviver durante todo o dia.

O caminho para uma vida ativa e saudável é procurar gastar mais energia, fazendo exercícios para os músculos ficarem maiores e se movimentando mais do que se ingere ou se come. Essas ações farão com que o nosso corpo tenha que buscar a diferença na reserva de energia armazenada, traduzindo-se em emagrecimento. E, claro, em mais qualidade de vida!

Gostou Compartilhe
Publicidade